Disputa começa com as impugnações de nomes

Alguns candidatos à Câmara Municipal tiveram que se submeter a um teste de escolaridade no Fórum
Michel Pinheiro, juiz eleitoral de Caucaia, decidiu fazer o teste com os candidatos por não terem apresentado o comprovante de escolaridade Fotos: kelly freitas


Em Caucaia, o segundo maior colégio eleitoral do Estado, com aproximadamente 193 mil eleitores, das sete candidaturas majoritárias apresentadas, duas foram impugnadas. A do atual prefeito do Município, Washington Goes e da candidata pelo PMDB, Inês Arruda, ex-prefeita da cidade, eleita em 2004.
A primeira impugnação se deve ao fato de que o PSB está apoiando duas candidaturas, a do atual gestor de Caucaia e a de um ex-filiado do próprio partido, Coronel Amarílio, hoje no PRTB. A outra impugnação, protocolada pela coligação "Caucaia não pode parar", questiona as contas da peemedebista Inês Arruda, quando era prefeita da cidade.
De acordo com o juiz da 120ª Zona Eleitoral, Michel Pinheiro, os candidatos já foram notificados e já apresentaram suas defesas. Segundo informou, a única decisão que poderá tomar em relação à dissidência no Partido Socialista Brasileiro (PSB) é avaliar que uma coligação é válida e que a outra não tem razão de ser. Os socialistas apoiam tanto as candidaturas de Washington Goes (PRB) quanto de Amarílio Melo, do PRTB.
Contas
A impugnação contra a postulação de Washington Goes foi apresentada pela coligação "Caucaia merece respeito", formada por PPS, PSB e PRTB. Já para Inês Arruda (PMDB), os motivos foram as contas de seu exercício como prefeita de Caucaia, que foram desaprovadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) e foi requerida pela coligação "Caucaia não pode parar", que tem como coligados PRB, PP, PDT, PT, PTN, DEM, PHS, PMN, PTC, PSB e PSD.
Inês Arruda teve suas contas desaprovadas durante sua última gestão como prefeita de Caucaia, o que a torna inelegível, segundo seus adversários. No entanto, conforme informou o juiz Michel Pinheiro, a decisão do Tribunal de Contas não foi definitiva, por isso encaminhou ofício para o TCM pedindo informações sobre o processo para analisar a defesa da candidata. "Como neste caso ainda cabe defesa, preferi verificar a decisão da Corte. Ela já apresentou contestação quanto à impugnação mas eu ainda não tive acesso a isso", declarou o magistrado.
Segundo a impugnação apresentada, o colegiado do Tribunal julgou irregular a prestação de contas do Gabinete da Prefeitura no exercício de 2008, aplicando multa, débito e nota de improbidade administrativa para a então prefeita Inês Arruda e ao responsável pela chefia do gabinete da prefeita, José Edilson Alves. A multa é de R$ 3.192,30 para cada um e o débito a ser dividido entre eles é da ordem de R$ 54,4 mil. À decisão ainda coube recurso.
As principais irregularidades constatadas no processo foram em relação à dispensa de licitação para aquisição de passagens aéreas e concessão de diárias não justificadas. De 6 de outubro a 31 de dezembro de 2008, Inês Arruda foi beneficiária de R$ 40 mil em diárias, no valor de R$ 2.000,00 cada, segundo dados do TCM. O juiz deve decidir sobre as duas impugnações de candidaturas majoritárias nas próximas duas semanas, conforme informou.
Além de Inês Arruda, Washington Goes e Amarílio Melo, também disputa a vaga de prefeito de Caucaia, os candidatos Edson Silva (PPL), Juscelino de Souza (PSOL), Naumi Amorim (PSL) e Paulo Gurgel (PSDB). Juntos, os sete candidatos pretendem gastar durante a campanha eleitoral do Município, cerca de R$ 29,7 milhões, segundo informações que prestaram no ato dos pedidos de registro das respectivas candidaturas.
Embora Caucaia registre o segundo maior número de eleitores do Estado, perdendo apenas para Fortaleza, ainda assim naquele Município da Região Metropolitana não haverá segundo turno da disputa, posto que só acontece uma segunda votação em municípios cujo eleitorado supere a casa dos 200 mil.
Como as disputas ali são sempre muito acirradas, a expectativa é de que seja repetida a polarização da última eleição vencida pelo atual prefeito Washington Góis com a ex-prefeita Inês Arruda, naquela oportunidade disputado a reeleição.
Com informações: Diário do Nordeste

COMENTÁRIOS

Nome

Artigo Artigos Atualidade Ciências Comportamento Contas Publicas Corrupção Cotidiano Curiosidades Economia Eleições Emancipação Emancipações empresários Entrevista Esporte Futebol Americano Justiça Lava-Jato Municípios Policia Politica Política Politica Internacional Politica Local Previdencia Reforma Politica Reforma Política Saúde Seca Segurança Tragedia Turismo Universo
false
ltr
item
Blog do Farias: Disputa começa com as impugnações de nomes
Disputa começa com as impugnações de nomes
http://3.bp.blogspot.com/-IepnGEWmMEY/UAqHwpwDWXI/AAAAAAAAB2s/f0Wi9dHcD9o/s640/michel.jpg
http://3.bp.blogspot.com/-IepnGEWmMEY/UAqHwpwDWXI/AAAAAAAAB2s/f0Wi9dHcD9o/s72-c/michel.jpg
Blog do Farias
http://emancipaceara.blogspot.com/2012/07/disputa-comeca-com-as-impugnacoes-de.html
http://emancipaceara.blogspot.com/
http://emancipaceara.blogspot.com/
http://emancipaceara.blogspot.com/2012/07/disputa-comeca-com-as-impugnacoes-de.html
true
4216968732743182172
UTF-8
Nenhum post encontrado VER TUDO Ler mais Responder Cancelar resposta Excluir Por Home PÁGINAS POSTS Ver Tudo Recomendado pra você ETIQUETAS ARQUIVO SEARCH TODOS OS POSTS Nenhum post encontrado Back Home Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez agora mesmo 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 hora atrás $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago mais de 5 semanas atrás Seguidores Seguir ESSE CONTEÚDO É PREMIUM Por favor, compartilhe para desbloquear Copiar Código Completo Selecionar Código Completo Todos os códigos foram copiados para sua área de transferência Não foi possível copiar os códigos / textos, por favor pressione [CTRL]+[C] (ou CMD+C com Mac) para copiar