Insatisfação não encerra com plebiscito

A população de Belém e arredores ganhou a votação contra o separatismo, mas não calou o grito dos habitantes de Tapajós e Carajás; nesses locais, a votação pela emancipação foi de 95% - embora no geral insuficiente para permitir o desmembramento. Na verdade, o problema objetivo não é a emancipação, mas a falta de cuidado com o Norte do país, em geral.
A região, que representa 42% do território nacional, tem menos rodovias e faculdades do que Minas Gerais. A falta de médicos é mostrada todos os dias na TV. O total de funcionários públicos federais é de 1/3 dos 150 mil do Rio de Janeiro, o que só em parte é explicável por ter sido o Rio capital federal. Na verdade, os funcionários do Ibama se localizam fortemente em Brasília e não na Amazônia.
Um fato muito especial ocorre na região. Lula, que costumava se vangloriar de participar de lançamento de pedra fundamental de toda e qualquer obra, inaugurou um benefício histórico para a região, as eclusas de Tucuruí, sem muito alarde. A usina foi feita, há 29 anos, sem passagem para barcos, um verdadeiro crime, só sanado tanto tempo depois, com as eclusas.
Mas a má vontade com a região sempre se impõe. Há uma obra necessária, complementar às eclusas, que é a destruição de um obstáculo remanescente, o chamado Pedral do Lourenço, uma região do Rio Tocantins, onde há tantas pedras que, na prática, dificultam ou até impedem a passagem de comboios.
Pois a verba prometida para 2011 foi simplesmente retirada do orçamento do primeiro ano de Dilma Rousseff e, assim, o Pedral do Lourenço resiste como obstáculo à navegação e ao desenvolvimento do Centro-Oeste e do Norte. Com o pleno uso do Rio Tocantins, milhões de toneladas do Centro-Oeste, que hoje são levadas até para Santos, iriam escoar pelo Pará. Habitantes da região denunciaram esse fato na Carta de Marabá, mas não se vê movimentação alguma para impor a necessária obra. O Norte continua a ser o patinho feio.
A população de Belém e arredores ganhou a votação contra o separatismo, mas não calou o grito dos habitantes de Tapajós e Carajás; nesses locais, a votação pela emancipação foi de 95% - embora no geral insuficiente para permitir o desmembramento. Na verdade, o problema objetivo não é a emancipação, mas a falta de cuidado com o Norte do país, em geral.
A região, que representa 42% do território nacional, tem menos rodovias e faculdades do que Minas Gerais. A falta de médicos é mostrada todos os dias na TV. O total de funcionários públicos federais é de 1/3 dos 150 mil do Rio de Janeiro, o que só em parte é explicável por ter sido o Rio capital federal. Na verdade, os funcionários do Ibama se localizam fortemente em Brasília e não na Amazônia.
Um fato muito especial ocorre na região. Lula, que costumava se vangloriar de participar de lançamento de pedra fundamental de toda e qualquer obra, inaugurou um benefício histórico para a região, as eclusas de Tucuruí, sem muito alarde. A usina foi feita, há 29 anos, sem passagem para barcos, um verdadeiro crime, só sanado tanto tempo depois, com as eclusas.
Mas a má vontade com a região sempre se impõe. Há uma obra necessária, complementar às eclusas, que é a destruição de um obstáculo remanescente, o chamado Pedral do Lourenço, uma região do Rio Tocantins, onde há tantas pedras que, na prática, dificultam ou até impedem a passagem de comboios.
Pois a verba prometida para 2011 foi simplesmente retirada do orçamento do primeiro ano de Dilma Rousseff e, assim, o Pedral do Lourenço resiste como obstáculo à navegação e ao desenvolvimento do Centro-Oeste e do Norte. Com o pleno uso do Rio Tocantins, milhões de toneladas do Centro-Oeste, que hoje são levadas até para Santos, iriam escoar pelo Pará. Habitantes da região denunciaram esse fato na Carta de Marabá, mas não se vê movimentação alguma para impor a necessária obra. O Norte continua a ser o patinho feio.

COMENTÁRIOS

Nome

Artigo Artigos Atualidade Ciências Comportamento Contas Publicas Corrupção Cotidiano Curiosidades Economia Eleições Emancipação Emancipações empresários Entrevista Esporte Futebol Americano Justiça Lava-Jato Municípios Policia Politica Política Politica Internacional Politica Local Previdencia Reforma Politica Reforma Política Saúde Seca Segurança Tragedia Turismo Universo
false
ltr
item
Blog do Farias: Insatisfação não encerra com plebiscito
Insatisfação não encerra com plebiscito
Blog do Farias
http://emancipaceara.blogspot.com/2011/12/insatisfacao-nao-encerra-com-plebiscito.html
http://emancipaceara.blogspot.com/
http://emancipaceara.blogspot.com/
http://emancipaceara.blogspot.com/2011/12/insatisfacao-nao-encerra-com-plebiscito.html
true
4216968732743182172
UTF-8
Nenhum post encontrado VER TUDO Ler mais Responder Cancelar resposta Excluir Por Home PÁGINAS POSTS Ver Tudo Recomendado pra você ETIQUETAS ARQUIVO SEARCH TODOS OS POSTS Nenhum post encontrado Back Home Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez agora mesmo 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 hora atrás $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago mais de 5 semanas atrás Seguidores Seguir ESSE CONTEÚDO É PREMIUM Por favor, compartilhe para desbloquear Copiar Código Completo Selecionar Código Completo Todos os códigos foram copiados para sua área de transferência Não foi possível copiar os códigos / textos, por favor pressione [CTRL]+[C] (ou CMD+C com Mac) para copiar